Meu aluno Pedro Magalhães ganhou bolsa para fazer faculdade no Japão com tudo pago pelo Governo Japonês! (Veja o depoimento)

Meu aluno Pedro Magalhães no KINKAKU-JI

RESUMO: Meu aluno Pedro Magalhães, ganhou bolsa de estudos e auxílio financeiro do Governo Japonês para concluir a faculdade de Relações Internacionais no Japão. Então, pedi a ele um depoimento como estímulo aos meus outros alunos. E mais uma vez eu digo, estudem bastante!  Segue abaixo o depoimento:

Cerimônia dos Bolsistas no Japão

Cerimônia dos Bolsistas no Japão.

O curso de japonês do Prof. Nataniel Shirai me ajudou muito e foi o diferencial para conseguir a bolsa para intercâmbio no Japão. A partir do aprendizado da língua, meus conhecimentos sobre o Japão foram crescendo e quanto mais me aprofundo na língua japonesa, mais a cultura e visão de mundo japonês se tornam mais claros. E essas vertentes de conhecimento se desenvolveram muito nos 11 meses de intercâmbio pela PUC-Rio na Kansai Gaidai,  em Hirakata, na província de Osaka

Pedro com a speaking partner

Pedro perto de casa com a speaking partner

O FAMILY HOUSING: Um dos programas da faculdade para a melhor inserção do aluno na cultura japonesa é o “Family Housing”, onde pudemos por um semestre morar com uma família japonesa. Essa foi uma das melhores escolhas. Ganhei mais uma mãe lá. Ótima cozinheira, divertida, alegre, professora de caligrafia que me ensinou muito sobre o Japão em si, e a reciproca também foi verdadeira no que tange seu interesse pelo Brasil.

Foto com bolsistas brasileiras na faculdade

NA FACULDADE DE KANSAI: Lá na faculdade além das aulas de japonês obrigatórias, tínhamos aulas de estudos asiáticos de todas as cadeiras: espiritualidade, religião, política, economia, história, cultura, cerâmica, etc.

DIA A DIA NO JAPÃO: O cotidiano era bem japonês. Acordar, tomar café: legumes com ovos, café com leite (pedido meu), uma fatia de pão com manteiga; ia de bicicleta até a estação de trem, e depois andava uns 20 minutos até a faculdade.

ARASHIYAMA

A rotina da faculdade era bem flexível no que tange aos horários na semana. Bem poucos comparado as faculdades daqui, mas davam espaço para viagens e passeios pelas proximidades, como Osaka, Nara e Kyoto. Além dos vários feriados que aproveitávamos para viajar. Numa dessas fui para Tokyo, uma cidade maravilhosa, com muita gente, cheia de vida, limpa e enorme. Muitos pontos turísticos pra ver, a Torre de Tokyo, templos, praças, predios, ruas, bairros da cultura POP japonesa cheios de outdoors com animes e mangas da moda. Alem de pessoas com aquelas roupas excêntricas de cosplay.


Aquário de Okinawa

Dormimos nos famosos hotéis capsula minúsculos, mas bem confortáveis para uma pessoa não espaçosa.

Pude também ir para Okinawa para o Natal e Ano Novo, visitar uma amiga brasileira que morava com a família a uns 2 anos no Japão. Foi muito bom rever os brasileiros e comer frango assado para a ceia de Natal.
Enfim, foi uma experiência maravilhosa que mudou a minha vida para melhor, ampliou meus conceitos sobre o mundo e mim mesmo. Pode se dizer que me encontrei no Japão e ainda tiro o sapato para entrar em casa e de vez em quando me vejo fazendo reverencia em agradecimento. Atualmente estou trabalhando no Aeroporto Galeão, mais uma oportunidade de trabalhar com japoneses que consegui por indicação do professor Shirai.

Comments (11)

PEDRO MAGALHÃESfevereiro 2nd, 2011 at 10:34 PM

Também por causa dessa viagem e de meus conhecimentos de japonês, consegui uma oportunidade de trabalho pelo ministério do turismo por indicação do Professor Nataniel Shirai.

O trabalho consiste em entrevistar os turistas brasileiros que vieram passar algum tempo no país, também os japoneses, para saber aonde vão, para onde foram, quanto gastaram e se voltariam para o Brasil. Isso para o governo saber o que esperar dos estrangeiros no Brasil.

Mas pela falta de pessoas que falam a língua fui o único nessa etapa de entrevistas no Rio que sabia japonês. E a empresa também reclamou da falta de mão de obra que fale essa língua, crescente em demanda no Brasil, mesmo tendo a maior colônia japonesa do mundo ainda faltam brasileiros interessados no Japão em geral.

Milenafevereiro 3rd, 2011 at 12:02 PM

Ah, puxa que legal *—*
Eu também vou tentar esse ano, é muito interessante .
Eu nunca ia saber sobre bolsas ou derivados se o Prof Shirai não tivesse me dito.

SHIRAI2fevereiro 3rd, 2011 at 7:16 PM

As inscrições para bolsa de estudos no Japão, devem estar abertas em Abril. Se preparem!

Brehmerfevereiro 3rd, 2011 at 8:58 PM

Poh maneiro!!Tambem voh tentar esse ano.Apesar de ainda não ter um bom nível de japonês…

Celio Azevedomarço 10th, 2011 at 6:57 PM

Gostei muito. Ótimas oportunidades no Japão.

Ermiresoutubro 11th, 2011 at 4:37 PM

Olá Shirai,

Acho que todos nós ganhamos quando lemos algo dessa natureza. Você, pela capacidade de transmitir o que há de bom em você, o Pedro, pela sua perseverança em conquistar seus objetivos, e todos nós alunos, por compartilhar dessa alegria, desse sentimento saudável de troca de conhecimentos e de experiência de vida.

E isso também nos propricia maior motivação em estudar cada vez mais.

Parabéns Shirai!!!
E até a próxima aula.

Mateusfevereiro 2nd, 2012 at 9:55 AM

Professor Shirai, essa é a primeira vez que entro no seu Blog.. ele é de muita ajuda, obrigado.
Gostaria saber como eu posso falar com você, pois eu tenho algumas dúvidas sobre bolsas de estudo entre outras coisas…
Se o senhor poder me ajudar, fico grato!

Abraços e tenha um bom dia!

elisafevereiro 3rd, 2012 at 3:30 PM

pedro ou pra quem quiser fazer kyudo no rio de janeiro: http://www.kyudo.com.br

Fláviofevereiro 14th, 2012 at 5:00 PM

Eu gostaria de saber se o Japão é uma boa área pra se estudar Biomedicina. Eu amo o japão, e seria exelente se eu pudesse estudar o que gosto no lugar que gosto também.

Arthur C. Mazieroabril 24th, 2012 at 9:40 AM

Bom dia professor, gostaria de saber se o seu aluno que passou para relações internacionais, fez pela bolsa mext, a do governo, ou se for por parceria com a faculdade? e também, no caso da bola pelo governo, foi difícil achar alguma universidade tendo em vista que não é um curso que está ali nos oferecidos pelo governo!
Desde já, agradeço a atenção
Um grande abraço!

Diegojulho 13th, 2012 at 11:41 AM

Alguem sabe o o passo a passo como visto ,passaporte ,exame de proeficiencia, a prova,se eu tenho que escolher uma faculdade e passar o nome proconsulado antes?Eu to estudando muito pra fazer a prova do consulado ano que vem vai ser minha unica chance T.T
Desde ja eu agradeço a boa vontade!
Obrigado.

Leave a comment

Para colocar uma foto no seus comentários clique aqui: br.gravatar.com

Pergunta AntiSpam: